sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Cheguei ao centenário

    Estou chegando a minha centésima postagem. Gente são 100 textos escritos, uns grandes outros grandíssimos e outros pequenos e pequeníssimos. Escrevi coisas demais, coisas de menos. Escrevi sobre mim, sobre os outros, mas os outros tinham haver comigo.  
    É como se fossem cem anos, e a cada ano eu escrevesse um texto, para contar um pouco mais sobre o que vivi. Mas, não foram cem anos que se passaram, ainda não chegamos nem ao final do ano por completo, apesar de faltar muito pouco para que ele se finde. Foi apenas um ano, um ano apenas em que eu escrevi todas essas coisas. 
    Alguns textos são alegres (alegres na minha forma de ver), outros são extremamente lúgubres, decadentistas. Aqui é meu diário intimo, não tão intimo, que divido com os internautas as minhas alegrias e dores. Espero melhorar o teor alcoólico, "chorístico" e artístico dos textos ao longo de minha odisséia "bloguística".
    Mas, sinceramente, acredito ter chorado todas as lágrimas que enchia o meu ser. Transbordei-a todas num copo de martini com muito gelo. Não tenho mais sentimentos pra chorar, agora restam apenas reminiscências. Reminiscências que me perseguirão pro resto da vida, e não é uma hiperbóle, é  pura verdade. O passado me assombrará, me assombra no presente e assim será no futuro. Ele martela em minha cabeça toda hora, às vezes, me perco em meus pensamentos tentando me achar e sair desse labirinto. Mas, não consigo. 
    Mas, aqui são as memórias de minha vida, triste e "alegre". Aqui posso transbordar, falar coisas que jamais falaria. Espero continuar agradando ou quem sabe desagradando à muita gente. Meu objetivo aqui não é agradar à ninguém, mas a mim mesma, às vezes, até acho que a um alguém que vive em mim, uma outra. Não me implorem pra mudar, jamais isso acontecerá!
    Dessa forma, continuarei aqui, pelo menos até enquanto eu viver. Espero escrever mais uns cem ou mil textos!

Um comentário:

Naiana P. Freitas disse...

Milena, eu tb cheguei e já passei do centenário..pensei em fazer um texto p comemorar..mas o tempo me engoliu..rs