quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Minha estrela

    Minha estrela brilha! Ela nunca se apagará. Nem mesmo quando, do céu, ela cair na terra, em sua cadência. Mesmo sendo cadente ela deixa seu rastro de luz, em sua passagem. Cometa? Não! Ela não se transformará em cometa. Não passará desapercebida. Cada movimento seu é vigiado de perto, pelos olhos meus. Olhos que espreitam.Que vigiam. 
    A minha estrela é a maior! A maior que já existiu, em toda existência celeste. Nem mesmo a explosão do Big-Beng conseguiu criar algo tão magnífico, como ela! Sua luz me indica um caminho, a percorrer. Fico tão absorta que esqueço-me do caminho, da vida e de tudo que sou.
    Contemplá-la é meu maior prazer. Passo horas a fio olhando para o céu, até que ela desapareça e a noite se transforme em dia. Penso em você, que é a minha estrela e que nunca se apagará. Fico pensando em você, embalada nas doces lembranças, que me fazem querer cada vez mais e mais estar ao seu lado. Fico pensando em você que irradia felicidade no meu céu, quando menos espero. Fico pensando em você...
    Queria poder tê-la na palma de minha mão. Pegá-la para dar-te de presente. Mas, lá no céu, posso vê-la bela, junto as três Marias e o Cruzeiro do Sul, na constelação você é única. Fugaz! Se torna fugaz tê-la todas às noites. Foges de dia do alcance de minha vista. Quero guardá-la em minha caixinha de Pandora, junto com meus mais íntimos segredos.
    Ah, como eu desejo sua pele junto à minha, num elo perfeito! Quero que me queime com seu fogo, que incendeie minha vida, à fora, sempre! A sua existência está anos luz da minha. Quero que me revele todos os segredos, truques e manhas. Se mostra! Me torna eternamente sua!

Um comentário:

evandro mezadri disse...

Muito bom seu texto, forte e escrito pela alma.
Grande abraço e muito sucesso!